TUMBA DO PROFETA MAOMÉ, FUNDADOR DO ISLAMISMO. ESTÁ LOCALIZADO EM MEDINA, NA ARÁBIA SAUDITA. UMA DAS 16 TUMBAS MAIS FAMOSAS DO MUNDO.

TUMBA DO PROFETA MAOMÉ, FUNDADOR DO ISLAMISMO. ESTÁ LOCALIZADO EM MEDINA, NA ARÁBIA SAUDITA. UMA DAS 16 TUMBAS MAIS FAMOSAS DO MUNDO..

Anúncios

2 comentários sobre “TUMBA DO PROFETA MAOMÉ, FUNDADOR DO ISLAMISMO. ESTÁ LOCALIZADO EM MEDINA, NA ARÁBIA SAUDITA. UMA DAS 16 TUMBAS MAIS FAMOSAS DO MUNDO.

  1. EGITO

    O Faraó Quéops e a Grande Pirâmide

    Por Editorial [Mistérios Antigos]
    07/09/2007

    Quando ainda não havia escravos, nem se conhecia o ferro e a roda, o faraó construía um dos monumentos mais geniais e espetaculares da arquitetura.

    O faraó soube organizar o Estado e impulsionar a economia para criar a maior e mais perfeita das pirâmides de Gizé: a pirâmide Quéops ou também conhecida como Khufu (é a abreviatura de Cnum Khufui), “Cnum protege-me”.

    Com isso, os faraós do Antigo Império alcançaram o auge do poder.

    As informações que existem sobre o seu reinado e a sua vida são contraditórias, o que dificulta os estudos sobre o faraó.
    De acordo com a historiografia grega antiga, Quéops foi um faraó explorador, cruel e sem piedade, ao contrário de seu pai. Em contrapartida, os textos contemporâneos consideram o faraó um reformador que conseguiu ampliar o poder real.

    Filho de Sneferu e de Heteferes, filha do último faraó da III dinastia, Quéops foi o segundo faraó da IV dinastia. Durante o seu reinado, 2551 a 2528 a.C, o faraó empreendeu várias reformas no país.

    A pirâmide de Queóps construída para ser a tumba do faraó necessitou de uma força de trabalho de cerca de 100 mil pessoas empregadas durante 20 anos e, segundo relatos, estes homens não eram escravos, eram homens livres. Sua altura original era de 146,6 metros, mas atualmente é de 137,16 m, a pirâmide marca o auge da época, sua superfície que cobre quase 53 mil metros quadrados e foi por milênios a construção mais alta já criada pelo homem, sem dúvida alguma é o monumento mais polêmico de toda a Antiguidade.

    A estrutura interior da pirâmide possuía 3 câmaras, para chegar a uma das câmaras era necessário passar por um longo e estreito corredor. Segundo alguns estudiosos, essas câmaras simbolizavam os três pontos vitais do homem: o coração, o cérebro e os órgãos reprodutores. Porém, outros afirmam que a pirâmide funcionava como um templo e, que suas câmaras eram destinadas ao aprendizado dos recém-iniciados.
    A palavra pirâmide não provém da língua egípcia. Formou-se a partir do grego “pyra” (que quer dizer fogo, luz, símbolo) e “midos” (que significa medidas).
    Existem diversas teorias para explicar como foram construídas as pirâmides de Gizé. A Pirâmide de Queóps é perfeita, tanto que alguns pesquisadores atribuem essa perfeição à presença de extraterrestres no nosso planeta, outros ainda associam-na à existência de uma civilização muito avançada.
    A silhueta perfeita da pirâmide faz lembrar o perfil de alguns montes sagrados famosos, como o Olimpo, dos gregos. Calcula-se que a “Grande Pirâmide” é formada por mais de dois milhões de blocos de pedra com duas toneladas e meia cada um. Em média, esculpiu-se, removeu-se e colocou-se um bloco desses de 4 em 4 minutos, dia e noite, durante 23 anos. Mesmo hoje, isso nos parece impossível!

    A Lenda Negra

    De acordo com os antigos escritos de Heródoto, o historiador grego do século V a.C. e uma das principais fontes para a reconstrução do reinado de Queóps, o faraó foi um dos tiranos mais cruéis da época e, que além de empobrecer o Egito, prostituiu a própria filha com o objetivo de arrecadar fundos para a construção da “Grande Pirâmide”. No entanto, nos escritos de Heródoto, esta visão negativa surgiu de uma represália desprestigiando o faraó, criada pela casta sacerdotal que foi relegada sentindo-se então prejudicada pela política de Queóps.
    O faraó casou três vezes, dessas uniões nasceram seis filhos, quatro dos quais lhe sucederam no trono e três filhas. O reinado de Queóps foi marcado pela convivência pacífica com os povos vizinhos, assim reafirmou-se o poder do monarca que, além das várias reformas no país, destinadas a favorecer a eficácia do seu governo, construiu o maior e mais intrigante monumento do Egito, a “Grande Pirâmide de Queóps”, uma das Sete Antigas Maravilhas do Mundo que ainda resiste ao tempo…

    Existe um provérbio árabe que faz referência às Pirâmides:
    ***
    “[O] Homem teme [o] Tempo, [e] ainda [o] tempo teme as Pirâmides”.

    http://misteriosantigos.com/artigos/modules/soapbox/article.php?articleID=93

Os comentários estão desativados.