A Morte é a curva da estrada

Imagem

 

“A morte é a curva da estrada,
Morrer é só não ser visto.
Se escuto, eu te oiço a passada
Existir como eu existo.

A terra é feita de céu.
A mentira não tem ninho.
Nunca ninguém se perdeu.
Tudo é verdade e caminho”. (Fernando Pessoa)

Poema magnifico este! Banalizar a morte. Ou melhor aceitar a morte como algo necessário mas que não implica um fim. Algo que acontece mas que não termina. Algo que pode ganhar uma outra dimensão, num outro local, num diferente formato de vida.

“Morrer é só não ser visto”. Muito forte esta frase. Morrer nada mais é do que apenas não ser visto! Como consegue alguém descrever a morte numa frase tão simples? Numa frase que não dói, que não magoa. Na morte é possível manter a vida. Se morrer não é mais do que não ser visto, significa que há algo que fica para além da morte…a memória, os sentimentos, a história.

“A terra é feita de céu” é claramente um caminho, uma saída, uma continuidade da vida onde não há simplesmente forma de nos perdermos.

Excelente poema.

http://catarsemocional.blogspot.com.br/2011/02/morte-e-curva-da-estrada.html

https://www.facebook.com/fernando.pessoapoemas

Anúncios